Fertilizantes travam no porto e safra de verão fica ameaçada

Às vésperas do início do plantio da safra de verão em todo o Brasil, produtores têm motivos de sobra para ficarem preocupados com a produtividade. Segundo o Sistema Ocpear (Organização das Cooperativas do Paraná), é preocupante o volume de fertilizantes e componentes químicos utilizados para este preparo que chegou ao Porto de Paranaguá nas últimas semanas, mas que estão sendo estocados compulsoriamente por lá nas baias das empresas que os compraram.

O motivo está na insegurança jurídica provocada pelo tabelamento do frete que agora é lei sancionada pelo presidente Michel Temer e com aplicação de multas para quem o descumprir. Como o frete do porto para o interior costuma ser mais barato, por ser uma viagem de volta ou o chamado frete retorno – geralmente o caminhão vai carregado com grãos para a exportação e na volta traz os fertilizantes, por exemplo -, o risco jurídico de se praticar valores abaixo da tabela espantou embarcadores e transportadores, sobretudo os autônomos.

Confira a notícia na íntegra no site do O Paraná.

Fonte: Portal www.oparana.com.br/

2018-08-21T18:21:51+00:00